Search

Confira alguns atores que realmente se machucaram em cena – Parte 2

Todos sabemos que acidentes acontecem, mas o que não esperamos é que o acidente vire algo positivo, ao menos para quem está de fora. Esse é o caso de alguns machucados no mundo da sétima arte, e como já falamos na Parte 1, hoje vamos listar mais alguns casos de atores que realmente se machucaram em cena, e que a gravação foi aproveitada no longa. Confira abaixo:

 

Diane Kruger em ‘Bastardos Inglórios’

Durante a cena em que o Coronel Hans Landa (Christoph Waltz) estrangula a estrela e espiã Bridget Von Hammersmark (Diane Kruger), as coisas pareciam reais demais porque realmente eram, já que a atriz não estava conseguindo respirar durante a gravação. Detalhe que as mãos que aparecem estrangulando a atriz, durante as cenas de close, são do próprio diretor Quentin Tarantino.

 

Daryl Hannah em ‘Blade Runner, o Caçador de Andróides’

Durante a cena em que Pris (Daryl Hannah) foge de J.F. Sebastian (William Sanderson) ela escorrega e acaba quebrando a janela de um carro com o braço, acontece que isso não estava no roteiro, e a atriz realmente escorregou na cena, mas a atriz ainda conseguiu se manter na personagem e continuar atuando, mesmo tendo cortado o cotovelo.

 

Martin Sheen em ‘Apocalypse Now’

O ator Martin Sheen achou que seria mais realista se ele estivesse realmente embriagado, quando o seu personagem, Capitão Benjamin L. Willard bebe todas no quarto do hotel. Vai ver foi por esse estado de embriaguez que ele achou uma boa ideia dar um soco no espelho, mesmo que a cena não estivesse no roteiro. O Resultado foi um corte na mão, e digamos que o sangue deu uma dramaticidade extra na cena.

 

Cary Elwes em ‘A Princesa Prometida’

Quando o Conde Rugen bate na cabeça de Westley, Cary Elwes disse ao Christopher Guest para ir em frente e batê-lo de verdade com o cabo da espada de metal. Guest bateu nele tão forte que a produção foi interrompida por uns dias enquanto Elwes estava no hospital.

 

Sylvester Stallone em ‘Rambo – Programado para Matar’

Em uma das cenas de fulga de John Rambo, onde ele está pendurado em um penhasco e pula nas arvores para fugir de um helicóptero, o astro de ação Sylvester Stallone acabou dispensando o dublê, e como resultado acabou batendo de mal jeito em um galho e trincou a costela, entre tanto, a cena ficou boa e o grito de dor real deu maior veracidade a cena.



Criado em meio a filme violentos da sessão da tarde dos anos 90, meu gosto para filme não poderia fugir muito disto. Nunca dispenso um bom filme de ação, daqueles repletos de explosões, carros fazendo grandes saltos, ou alguma cena de luta com diversos tipos de torções, além de socos e chutes capaz de fazer o adversário desmaiar com apenas um golpe.