Search

Confira alguns filmes com histórias bizarras de bastidores

Assim como tudo na vida, os bastidores de um filme sempre escondem algumas histórias pra lá de bizarras, por isso a equipe do Cinema a Dois resolveu listar algumas dessas histórias. Confira abaixo:

 

‘A Última Casa à Esquerda’

Durante as gravações mais violentas do filme de terror, a atriz Sara Paxton revelou que passou por diversos momentos terríveis de verdade, e que a sequência de estupro levou 17 horas para ser filmada, tudo isso porque o diretor e os atores David Hess, não foi muito profissional, e ameaçou estuprar a atriz de verdade, para obter um melhor desempenho.

 

‘Skippy’

A comédia dramática baseada em quadrinhos de Percy Crosby, teve um acontecimento que marcou negativamente a vida do ator Jackie Cooper, que possuía apenas 8 anos de idade durante as gravações do longa. Para que as emoções e as lagrimas de Cooper fossem reais, o diretor Norman Taurag pediu para que um membro da equipe pegasse o cão de estimação do ator e o levasse para trás do estúdio, onde fingiam matar o animal. Jackie Cooper ficou traumatizado com o ocorrido e em sua autobiografia, intitulou o ocorrido de “Please do not shoot my dog!“.

 

‘Campo 731: Bactérias – A Maldade Humana’

Listado na parte 3 da lista de filmes perturbadores que você deveria assistir, o longa chinês abusou do realismo, já que o governo Chinês cedeu cadáveres humanos reais para cenas com mortos, incluindo o cadáver de uma criança, que é utilizada no longa em cima de uma mesa de autopsia. Além disso diversas atrocidades contra animais foram filmadas com bichos de verdade, como em uma cena onde ratos são incinerados.

 

‘Vá e Veja’

Já citado na lista de filmes incríveis que talvez você não tenha visto, o drama de guerra soviético, pode ser realista um pouco demais, já que o cineasta Elem Klimov utilizou balas reais em diversas cenas de tiro. O ator Aleksey Kravchenko revelou que uma das balas veio a poucos centímetros de sua cabeça durante uma das gravações, e que seu temor em todas as cenas era plenamente real.

 

‘Aguirre, a Cólera dos Deuses’

O ator Klaus Kinski perdeu o controle durante a filmagem daquele que foi o primeiro filme da sua conflituosa e produtiva parceria com o cineasta Werner Herzog. O ator disparou tiros em uma cabine que a equipe de filmagem estava hospedada, simplesmente porque eles estavam falando alto demais, e o incidente acabou arrancando a ponta do dedo de um dos membros da equipe. Rumores apontam que Kinski quis abandonar o filme durante as filmagens. Para convencê-lo a voltar atrás, Herzog apontou uma arma para o ator e depois ameaçou suicidar-se caso ele seguisse adiante, mas o ator nega essa parte do incidente.

loading...


Criado em meio a filme violentos da sessão da tarde dos anos 90, meu gosto para filme não poderia fugir muito disto. Nunca dispenso um bom filme de ação, daqueles repletos de explosões, carros fazendo grandes saltos, ou alguma cena de luta com diversos tipos de torções, além de socos e chutes capaz de fazer o adversário desmaiar com apenas um golpe.


  • WILLIAM HADDAD

    assustador e tenebroso..desumano..tudo em nome da sétima arte.