Search

Conheça a verdadeira Dona Hermínia, que inspirou a personagem de ‘Minha Mãe é Uma Peça’

O filme nacional ‘Minha Mãe é Uma Peça‘ divertiu o público com sua protagonista, a maluca Dona Hermínia (Paulo Gustavo) que passou a ser a representante oficial das mães.

A Dona Hermínia é a típica mãe brasileira, cheia de qualidades e defeitos, e com o seu jeito bem engraçado, ao menos um pedacinho dela é parecido com a sua mãe. No longa os problemas cotidianos são retratados com bom humor, onde a Dona Hermínia se equilibra entre a vida de a mãe e a busca por novas experiências, durante esse trajeto ela solta frases e tem atitudes tipicas de todas as mães e isso nos faz morrer de rir.

O sucesso foi tanto que o filme ganhou uma continuação em 2017 e ‘Minha Mãe é Uma Peça 2‘ e repetiu a dose de humor do primeiro longa.

Mas Dona Hermínia não foi um personagem inventado por acaso, Paulo Gustavo se inspirou em Dona Déa Lúcia, sua própria mãe. Muitas das falas e experiências de vida são utilizadas pelo ator, são reais. A personagem começou no teatro, fez tanto sucesso que acabou nas telonas.

Em uma entrevista ao jornal O Dia o ator contou sobre como começou a perceber os trejeitos engraçados da mãe. Confira:

“Fui vendo isso em festas em casa como Natal, Réveillon, Páscoa, Dia das Mães… Eu sempre imitava minha mãe, minha tia e minha avó porque as mulheres da minha família são muito doidas… Quando minha mãe viu a peça a primeira vez ela falou que queria 10% da bilheteria porque tudo que falo foi ela que disse”

Paulo Gustavo ainda completa que se sente muito orgulhoso com seu personagem e que graças a ela conquistou os seus trabalhos de hoje. E se você tem dúvida de que Paulo Gustavo fez um excelente trabalho, olha como a Dona Hermínia é parecida com Dona Déa, confira o vídeo abaixo:



Eu comecei a gostar de cinema porque a minha mãe gostava muito, em casa tínhamos um costume, toda segunda-feira, era dia de filme. Acredito que todo filme pode trazer algum sentimento, por isso não dispenso um que possa me deixar apreensiva, ansiosa, que me faça chorar de dar risada e alegrar o meu dia, gosto dos filmes acolhedores, aqueles que te levam a um tempo bom da sua vida e te deixam confortável, onde quer que esteja.