Search

Os momentos mais assustadores dos filmes de terror em 2016

Eu sei que a vida real foi assustadora o suficiente em 2016, ainda assim os fãs do cinema de terror levaram alguns sustos e tiveram algumas lembranças que tudo pode piorar. Dando sequência nas listas não tão batidas de 2016, que já contou com Os atores que sumiram em 2016 e Os filmes com as melhores cenas de sexo em 2016, hoje separamos os momentos mais assustadores dos filmes em 2016. Confira a lista abaixo:

 

O tambor de ácido em ‘Rua Cloverfield, 10’

O spin-off de ‘Cloverfield – Monstro‘, a produção secreta de J.J. Abrams, o inesperado ‘Rua Cloverfield, 10‘ é um desses filmes de terror mais claustrofóbicos e coberto por uma dúvida que paira até os minutos finais do filme. Típico filme que você começa a assistir de maneira despretensiosa e vai ficando cada vez mais na ponta da cadeira do cinema, esperando por uma solução.

O momento assustador fica por conta da cena em que o maluco Howard Stambler (John Goodman) mostra a utilidade do seu tambor de ácido escondido.

 

Black Phillip resolve intervir em ‘A Bruxa’

É impossível ficar sem citar o filme ‘A Bruxa‘, que divide os fãs entre os que gostaram e os que odiaram o filme, já que o longa foi muito elogiado antes da estreia, deixando os fãs empolgados e ansiosos por um terror mais gráfico, e o longa tem um ritmo mais arrastado e com um terror muito mais psicológico. O longa fica muito próximo do drama durante boa parte do roteiro, deixando o terror para a parte final.

O momento de virada no longa é talvez o único momento de susto que os fãs tanto esperavam, quando o bode Black Phillip resolve salvar Thomasin (Anya Taylor-Joy) do “julgamento” do seu pai (Ralph Ineson).

 

O roubo do celular em ‘Hush: A Morte Ouve’

Muitas pessoas deixaram passar o terror ‘Hush: A Morte Ouve‘, que estreou no Brasil direto na Netflix. O longa traz de volta o clássico serial killer mascarado, em um terror tão claustrofóbico quanto ‘Rua Cloverfield, 10‘, com uma dificuldade maior a autora Maddie Toung (Kate Siegel) vive em um completo silêncio, já que ela é uma deficiente auditiva.

Você se acha esperto quando pensa no celular como a grande solução, e claro que a protagonista e o assassino pensam a mesma coisa, te levando para a ponta da cadeira e colocando uma dúvida na sua cabeça “e agora?”, a partir desse momento é só tenso o filme todo.

 

Preparando um jantar canibal em ‘Rastro de Maldade’

O misto de faroeste e terror ‘Rastro de Maldade‘ é outro filme chegou no Brasil direto na Netflix, e muitas pessoas deixaram o filme passar desapercebido. Vale ressaltar que se trata de filme difícil de definir em alguma categoria, mas o filme é cerca de 80% faroeste, deixando para o seu ato final um terror assustador.

O momento mais assustador e chocante do filme é quando a tribo de canibais decide preparar o seu jantar na frente do Xerife Hunt (Kurt Russell).

 

A pintura da freira em ‘Invocação do Mal 2’

Considerado por muitos como o melhor filme de terror do ano, dando abertura a uma franquia de filme de terror que promete bastante sucesso, ‘Invocação do Mal 2‘ contava com algumas entidades e uma garotinha possuída, mas ninguém chamou tanto a atenção e deixou a platéia com medo, como a visão da freira.

Um dos momentos mais assustadores do longa acontece quando Lorraine Warren (Vera Farmiga) fica sozinha pela primeira vez com a pintura da freira.

 

E para você, qual foi o momento mais assustador dos filmes de terror de 2016?



Criado em meio a filme violentos da sessão da tarde dos anos 90, meu gosto para filme não poderia fugir muito disto. Nunca dispenso um bom filme de ação, daqueles repletos de explosões, carros fazendo grandes saltos, ou alguma cena de luta com diversos tipos de torções, além de socos e chutes capaz de fazer o adversário desmaiar com apenas um golpe.


  • Rodrigo Cherigatto

    Realmente o final da Bruxa me surpreendeu muito,essa cena do bode philip é uma das mais estranhas e aterrorizantes que ja vi nos cinemas,e realmente perturbador!