Search

Psiquiatras escolhem o psicopata mais realista do cinema

O cinema retrata uma série de transtornos mentais, e entre eles os psicopatas são os favoritos. Os psicopatas muitas vezes são retratados como uma caricatura enganosa, mas para acabar de vez com os falsos psicopatas um grupo de psiquiatras resolveu assistir 400 filmes e entrar em um consenso sobre o mais verídico.

Essa empreitada foi criada por Samuel Leistedt e começou na Bélgica em 2013, 400 filmes depois ela chegou ao fim com a seguinte conclusão:

O psicopata eleito o mais verdadeiro da ficção foi Anton Chigurh, de ‘Onde os Fracos Não Têm Vez‘, que ganhou vida na pele o talentoso Javier Bardem.

Segundo os psiquiatras, o cinema confunde os psicopatas com os psicóticos e isso cria um personagem caricato com um distúrbio completamente diferente da realidade.



Eu comecei a gostar de cinema porque a minha mãe gostava muito, em casa tínhamos um costume, toda segunda-feira, era dia de filme. Acredito que todo filme pode trazer algum sentimento, por isso não dispenso um que possa me deixar apreensiva, ansiosa, que me faça chorar de dar risada e alegrar o meu dia, gosto dos filmes acolhedores, aqueles que te levam a um tempo bom da sua vida e te deixam confortável, onde quer que esteja.